#DicasGC: O que a contabilidade pode fazer por sua empresa? III

Você sabe o que é Planejamento Tributário e quando deve ser feito na sua empresa?

Geralmente existe uma pergunta famosa que sempre é feita pelos clientes, seja no momento da abertura do seu novo negócio, seja na mudança de profissional contábil, seja quando ele decide fazer um planejamento tributário: – Qual o melhor regime de tributação para minha empresa?

O cliente por mais que ele seja desconhecedor dos regimes de tributação, ele deve entender pelo menos um pouco sobre a tributação no Brasil. Então entenda:

Geralmente, as pequenas empresas possuem como regime tributário, o Simples Nacional, pois ele se aplica a organizações que possuem um faturamento mensal de até R$ 3.600.000,00 (que é o limite estadual – Ceará). Considerando o Simples Nacional o pagamento dos impostos é feito mensalmente e em um único documento de arrecadação, que compreende:  o IRPJ, a CSLL, o PIS, a COFINS, o IPI, o ICMS, o ISS e o INSS.

Um ponto de atenção para esse regime é: Ao escolher um regime tributário, é necessário ter certo conhecimento da legislação, para que não haja o pagamento de tributos a mais e nem a menos, questionamentos fiscais, multas e advertências.

Descartando o Simples Nacional, o empresário deve conhecer ainda as vantagens e desvantagens do Lucro Presumido e do Lucro Real, às vezes, dependendo da situação, o somatório de todos estes tributos pode resultar em uma carga tributária inferior à do Simples Nacional, podendo ser vantajoso para o seu negócio!

Planeje anualmente o seu negócio

Você deve saber que o planejamento tributário de uma empresa não é constante e inerte. Ele deve ser avaliado anualmente e ele deve refletir os planos de curto e longo prazo de uma empresa. Não é porque você aderiu ao Simples Nacional em um ano e no ano seguinte vai ter que continuar nele. Você pode aderir aos três regimes, dependendo das características do seu negócio, podendo oscilar e planejar o regime de tributação que vai aderir anualmente. É fundamental fazer o estudo todo ano.

Além de entender os regimes de tributação, tente entender também os impostos separadamente.

Sem dúvida o tributo que mais requer atenção, acompanhamento e estudo é o ICMS. Um tributo cobrado pelos estados, onde cada um altera, isenta, sobretaxa ou mesmo determina o que vai pagar ou não tributo, além de determinar a cobrança antecipada do imposto e determinação de ICMS Substituição Tributária, forma que vai onerar ainda mais o preço final dos produtos.

Para quem é prestador de serviços, o cuidado deve ser nas alíquotas de ISSQN, que é o imposto sobre serviços, principalmente para serviços prestados e/ou contratados de outros estados. Também pode ocorrer a bitributação de notas e cobrança indevida em dois municípios.

Quer saber um pouquinho mais sobre Indicadores Contábeis e Financeiros? Acompanhe nossas dicas e informações postadas semanalmente em nosso Blog e redes sociais, além de vários conteúdos no formato PodCast e em nosso canal no YouTube.

Contatos:
Whatsapp: 85988910976
Site: https//:gestaocontabilonline.com.br
E-mail:[email protected]
Nossos canais de Contato: https://linktr.ee/gestaocontabil