Markup: A procura do preço de venda

Em sua grande maioria os empresários brasileiros sempre questionam aos contadores, consultores, administradores ou qualquer outro profissional que entende de finanças e negócios, se sua empresa é rentável, ou mesmo se tem como ela ser mais lucrativa do que já é! Vamos analisar neste texto, a possibilidade de responder essas e outras perguntas, levando em consideração os pré-requisitos: Produto rentável e venda lucrativa. Neste texto vamos explicar um pouco sobre Markup e composição do preço de venda por produto.

O que é Markup

markup é um indicador(índice) que mostra a relação entre o custo de produção e distribuição de um bem ou serviço e seu preço de venda. Trata-se de um conceito utilizado pela economia, pela contabilidade e pela administração, para medir e definir o desempenho das vendas das empresas. É aplicado sobre o custo de um produto para obter o preço de venda de um bem ou serviço a ser comercializado. Com isso o empresário chegará a um valor que custeará todos os gastos, sejam eles fixos e/ou variáveis para a produção dos produtos ou serviços vendidos, garantindo as margens de lucros e rentabilidade dos negócios.

O grande questionamento feito e os trabalhos aqui relatados tem um único objetivo: chegar até os índices corretos de lucratividade. Para encontrarmos esses índices, os empresários precisam aplicar fórmulas, que vai levar em conta três variáveis: 

  • 01-despesas fixas,
  • 02-despesas variáveis e
  • 03-margem de lucro.

Como podemos observar tudo será definido através do uso de dados e informações das empresas, tornando isso o grande problema dos empresários: A falta de informações confiáveis das empresas. A partir destes dados será encontrado o markup por produto, que é multiplicado pelo custo de produção do item para encontrarmos, conforme os resultados encontrados, o preço de venda de cada produto, os quais serão ou não utilizados pelos empresários.

Vamos entender melhor cada item a ser identificado e utilizado na fórmula de cálculo do Markup.

01. Despesas fixas

As despesas fixas são os gastos administrativos que você tem para manter a empresa em operação. Ou seja, não entram, nessa categoria, os custos para a produção dos produtos, e sim o aluguel do ponto, o salário dos funcionários da administração, contas de água, luz e telefone. É tudo aquilo que você vai precisar pagar não importando se a produção for de 10, 20 ou 50 itens no mês.

2. Despesas variáveis

As despesas variáveis são aquelas que oscilam de acordo com a produção e as vendas, ou seja, impostos que incidem sobre cada produto e a comissão paga aos vendedores. Quanto mais ocorrer vendas, proporcionalmente maiores serão os custos variáveis, e as despesas correlacionadas a produção e ao esforço de vendas. Podemos citar como exemplo o custo das embalagens, que vai variar, conforme a quantidade de produtos vendidos, aumentando ou diminuindo assim o seu consumo. Outro exemplo que podemos dar é a quantidade de horas que seu pessoal vai desprender para executar um trabalho.

3. Margem de lucro

A margem de lucro é o percentual do preço que compõe o preço de venda do produto, que o empresário vai receber em troca para realizar a operação de vendar, consequentemente, os demais valores que compõem o preço de venda são custo e despesas. É claro que, quanto maior a margem de lucro, mais caro e rentável o produto vai ficar, por isso as margens devem refletir a realidade que o empresário quer atingir, agregando o valor ao preço final de cada produto/serviço, devendo evitar assim a perda da competitividade no mercado.

Podemos então sugerir três variáveis que serão consideradas em percentuais. Podemos sugerir, para efeito de explicação e entendimento, um percentual de 12% de despesas fixas, 15% de despesas variáveis e 18% de margem de lucro. Podemos considerar que entre esses índices, as despesas variáveis são as mais fáceis de se calcular com precisão, pois você sabe exatamente qual a carga tributária sobre o produto e qual a comissão sobre a venda.

Como calcular preço de venda por markup

Observe que o custo para produzir a mercadoria, e colocá-la a venda, não foi citado nas despesas fixas nem nas variáveis. Isso ocorre porque para calcular preço de venda por markup de cada produto, o custo de produção será a base de todo o cálculo, ou seja, quanto será o gasto para produzir o item que será colocado à venda.

Vamos fazer um cálculo explicativo incluindo a matéria-prima e mão de obra utilizada na produção. Caso sua empresa trabalhe com a revenda e não com a produção e venda dos produtos, você deve considerar ainda as despesas transporte para aquisição e levá-lo a venda em seu estabelecimento.

Caso sua empresa seja de prestação de serviços, o que deve ser considerado são os custos das horas de trabalho, que serão os custos dos funcionários que vão desempenhar o serviço.

Agora, portanto, você tem o custo de produção, as despesas fixas (DF), as despesas variáveis (DV) e a margem de lucro (ML). Com esses números, você vai calcular preço de venda por markup. Vamos usar o exemplo anterior, no qual DF = 12%, DV = 15% e ML = 18%.

Agora, basta aplicar esses valores na fórmula 100/100-(DF+DV+LP). O resultado será o markup, que multiplicará o custo de produção. A conta fica assim:

Markup = 100/100-(DF+DV+LP)
Markup = 100/100-(12+15+18)
Markup = 100/100-45
Markup = 100/55
Markup = 1,82

Imaginemos, agora, um produto cujo custo de produção é de R$ 30. Para definir o preço de venda, é só multiplicar o custo pelo markup. Ou seja:

Preço de venda = CP x markup
Preço de venda = 30 x 1,82
Preço de venda = R$ 54,60

Observe que sem os números corretos de seu negócio, não há como conseguirmos valores corretos de preço de vendas. Você consegue entender a importância da contabilidade, dos controles e das ferramentas de gestão para se chegar aos valores corretos de vendas de seus produtos/serviços?

Essas e muitas outras dicas você encontra em nosso Blog, na séria de informações: Você + Gestor.

Contatos:
Whatsapp: 85988910976
Site: https//:gestaocontabilonline.com.br
E-mail:[email protected]
Nossos canais de Contato: https://linktr.ee/gestaocontabil